Hey! I long to Play :D

Tuesday, October 27, 2009 | 1 Comments



Spike Lee awarded for Best animation in Bablegum 2nd International competition.

Hey official site: http://www.eatliz.com/hey
In this special site you can also download wallpapers from the clip.

Sci-Fi Fantasy journey of a little girl with a special pet friend, a huge toad. Once the girl loses her pet ,which drifts in the sky in a form of a balloon, she is going thought different adventurous scenarios by chasing it. This is a full 3D animation music video for the song 'Hey' by Eatliz band, taken from Eatliz's debut album "Violently Delicate". Hey is direced by Guy Ben Shetrit, the main composer of Eatliz.

Lost Generation?

Thursday, October 22, 2009 | 0 Comments

Origami Tea

Thursday, October 22, 2009 | 2 Comments

Para apreciadores :)

Cinemania: antes que me esqueça...

Thursday, October 22, 2009 | 1 Comments

O filme “Os Homens que Odeiam as Mulheres” de Niels Arden Oplev, o primeiro da triologia Millenium de do autor sueco Stieg Larsson (1954-2004). A não perder. É a prova de que o bom cinema não conhece limites linguísticos e um bom argumento e bons actores fazem mesmo grandes obras.

Cherish the rain

Thursday, October 22, 2009 | 0 Comments

Os dias de chuva também têm destas coisas... Fazer das poças oceanos de imaginação ou do braço quente que segura o guarda-chuva o nosso ninho. Porque os dias de chuva também têm o seu encanto.

Doll Face

Tuesday, October 20, 2009 | 1 Comments


Encontrei esta animação no blog do FHF :)

Para dias chuvosos :)

Tuesday, October 20, 2009 | 1 Comments

O Nubrella, recentemente lançado no mercado, introduz um novo conceito de protecção contra os elementos climáticos. Basicamente é um chapéu desdobrável que se fixa sobre os ombros e deixa ambas as mãos livres. Além disso, anunciam os seus fabricantes, é muito mais eficaz contra o vento ou frio, uma vez que cria uma bolha térmica em redor da cabeça do utilizador. Promete.
No entanto, para mim levanta algumas questões:
1. Corremos o risco de parecer o Buzz Lightear do Toy Story 2 ou um secador de cabeleireiro
2. É mais difícil dar boleia a uma companhia jeitosa que se aninhe a nós num dia chuvoso
3. Questiono-me se virá equipado com sistema de anti-embaciamento? E sistema de auto-limpeza contra espirros e afins?
4. Por último, só de olhar para este equipamento dá-me mais vontade de andar à chuva!



...Quando a vida te levanta do chão, te deixa deslizar sobre todo este mundo que te acolhe... Quando o amor te inspira ao melhor de ti.
Quando tudo o que é maior do que tu, se une por magia a cada célula do teu corpo.
Quando tudo isso acontece, tu sabes.


Pati Yang (Patrycja Hilton) é uma cantora polaca.
Em 1998 gravou o seu primeiro CD “Jaszczurka”. De seguida mudou-se para Londres, onde juntamente com Stephen Hilton fundou o projecto Children. Cooperou com David Holmes e criou com este música para muitos filmes como Buffalo Solidiers, Out of Sight, Ocean’s Eleven, Ocean’s Twelve. O efeito da sua cooperação resultou em The Free Association (2003). Participou também com David Arnold (para Tomorrow Never Dies) e Martina Topley-Bird (para Code 46). Em 2005 retornou ao seu projecto a solo, Silent Treatment (Air Studio).

Brand New: Solar Impulse

Tuesday, October 13, 2009 | 4 Comments


O avião que não precisa de combustível

Imagine um avião capaz de dar a volta ao Mundo sem usar uma única gota de combustível. Pura ficção? Nada disso, trata-se do Solar Impulse. Um aparelho que pesa 1600 kg, tem 63 metros de comprimento de asas e funciona através das 12 mil células fotovoltaicas.

Solar Impulse é o nome do projecto do primeiro avião solar tripulado que não necessita de combustível e, como tal, é amigo do ambiente. O projecto engloba unicamente empresas privadas e não há previsão de apoios por parte de qualquer governo.

Com um peso total de 1600 kg, 63 metros de asas, tal e qual o Airbus 380, e coberto por 12 mil células fotovaoltaicas, que usam a energia solar para alimentar o avião. O Solar Impulse não tem como objectivo o uso comercial.

Depois deste projecto qual vai ser o próximo passo?

Em 2012 o Solar Impulse vai tentar dar a volta ao Mundo sem reabastecer e estão previstas apenas cinco paragens para o piloto descansar. O projecto tem um custo avaliado em 70 milhões de euros.

Rainy days and mondays...

Tuesday, October 06, 2009 | 1 Comments

Hoje parece segunda-feira. Pior. Hoje parece uma segunda-feira chuvosa de Inverno.
Já retirei do armário as minhas galochas côr-de-rosa, não vá afogar-me para aí no dilúvio. Ensopa-se-me o pensamento com tantos aguaceiros puxados a vento!

Dia Mundial da Música

Thursday, October 01, 2009 | 2 Comments

Ao 3º mês de concepção o ser humano já tem o aparelho auditivo totalmente desenvolvido. A audição, primária entre os sentidos, é a primeira forma de contacto com o mundo exterior. E hoje, Dia Mundial da Música, não podíamos deixar de fazer a nossa pequena homenagem. Na nossa casa a música é considerada um bem primário. Não é por acaso que guitarras, teclados, bateria, colunas, e demais instrumentos pululam pela nossa sala, pelos corredores, pelos cantos preferidos da casa. Não é por acaso que na nossa casa se cantarola canções a quase toda a hora. Vivemos anos sem TV, mas sem música definharíamos. Por isso, hoje, e todos os dias, ouçam a vossa música favorita, uma que vos faça sentir mesmo em harmonia. Que vos arrepie, que enterneça, que revolte, que vos embale. Que traga à superfície os vossos sentimentos mais profundos.
Porque a música penetra mais fundo na alma, já dizia Platão.


Deixo-vos um texto escrito à cerca de um ano, numa altura conturbada mas igualmente apaixonada e inesquecível:

MUSICAR-TE

"Depois do silêncio, o que mais se aproxima de expressar o inexprimível é a música."

Aldous Huxley

Arranja espaço para o piano que trago dentro, para as notas imensas que te quero dar, em corrente, em inundação, em rios indizíveis de arrepio galopante e cristalino.

Deixa-me escrever-te uma canção de amor. Deixa-me que te cante baixinho, sussurradamente, ao ouvido. Como gostas que te cante. Que te fale. Que te ame.

Deixa-me escrever-te uma canção de amor, porque a queres, porque a pedes, porque precisas dela. Porque já a cantas sem saber.

Deixa-me percorrer todos os vales, ouvir todas as histórias, socorrer-me de todos os feitiços, mezinhas e bruxedos e colocar toda a minha alma na demanda da melodia perfeita que dá forma ao teu coração, que o emoldura nas pautas secretas onde se escondem a lascívia ébria do desejo e da entrega.

Quero tocar a tua canção de amor, tocar-ta sentada ao piano, muito direitinha e concentrada. Quero ter aquele olhar brilhante de menina travessa e as faces rubras de ansiedade. Quero ter o coração a romper a pele de tanto bater. Quero que o meu peito acelerado anuncie os ritmos cadenciados que irrompem da minha boca, inebriada pelo anuncio dos teus lábios próximos do meus, que me segredam a música que canto.

Deixa-me carregar cada tecla pesada com doçura, com estas mãos que te acariciam a cada som, com os dedos trémulos da primeira vez, com o suor frio que ameaça sorrateiramente a falha da nota mais difícil.

Deixa que cada nota seja uma palavra. Que cada acorde seja um beijo. E que cada verso seja o meu amor emudecido feito torrente ondulante de arrebatamento.

Deixa que te toque. Deixa que te afine como ao piano mais precioso e raro do universo. Pois que a tua alma tem notas que só emergem quando consumidas pela redenção corpórea da pulsão.

A melodia perfeita é essa que cantamos em uníssono, na cama onde vergamos o impossível, nesse leito perdido onde contrariamos o inexprimível.

About

Mei and Arawn