Artigo 3.º Todo o indivíduo tem direito à vida, à liberdade e à segurança pessoal.
(in Carta Internacional dos Direitos Humanos - Declaração Universal dos Direitos Humanos)

Indivíduo - "que não está dividido", sinónimo de indiviso ou de uno

Direito - "arte do meu e do teu (...)"

Vida - do latim "vita". Existência.

Liberdade - do grego eleutheria. liberdade da escravidão, independência, ausência de comedimento, negação de controle ou domínio, liberdade de acesso.

Segurança - "sem preocupações", "ocupar-se de si mesmo" (se + cura), "um mal a evitar".

Não teremos que aprender a ser unos, para poder ensinar a importância de estarmos em nós?Não teremos que aprender a arte do meu e do teu para a ensinar?
Saberemos nós o verdadeiro significado da Existência?
Saberemos nós dizer não?
Sabemos ocuparmo-nos de nós mesmos para podermos ocupar-nos do outro?
Terão todos os seres humanos acesso pleno a este direito?
Quem ensina a activar o potencial de decisão em todos nós e o poder que esse ensinamento por si só abarca?
É da nossa responsabilidade a liberdade e a vivência em comunidade. É da nossa responsabilidade não reagir e fechar os olhos ao que incomoda. É da nossa responsabilidade dar a mão ao próximo. A arte do meu e do teu espaço, a arte da minha e da tua existência, a arte da nossa consciência colectiva é minha e tua também.

"Os regimes que reprimem a liberdade da palavra, por se incomodarem com a verdade que ela difunde, fazem como as crianças que fecham os olhos para não serem vistas."
Luwding Borne

Arrastão do Neptunices
http://neptunices.blogspot.com


3 comentários:

Fábio Mayer said...

Uma pena que ainda, nem todos os humanos tenham acesso a esses direitos básicos, é uma longa caminhada até que isso aconteça.

Mas toda caminhada começa com apenas um passo, e demos alguns nesta blogagem!

Chihiro said...

:D

SAM said...

Um arrastão de um post, então arrasto o meu agradecimento pela publicidade à campanha! ;-)

About

Mei and Arawn