Happy Shots

Monday, June 15, 2009 | 2 Comments

Como captar o deslumbramento que nos invade quando o dia desliza sobre a nossa pele com a doçura de uma aurora perfumada? Alguém me ensinou a clicar com os dedos encaixados à volta dos olhos e deixar cravados no peito os beijos, os abraços, as mãos dadas que balouçamos sem dar conta. Bom é sentir a maresia e o calor morno beijar-nos a pele mesmo que estejamos no trânsito caótico da 2ª Circular. Porque é ainda esse o sabor que trago nos lábios...

2 comentários:

ianita said...

:)

Há que relativizar tudo de menos bom... e pensar nas coisas boas... sempre!

Adorei!

LUÌS said...

Adoro a tua forma de embelezar o banal, de tornar as coisas quase invisíveis aos olhos dos outros em deslumbramento.
O que quero dizer é: a questão não está em "ornamentar" com beleza o que não a possui, mas na tua capacidade única de a encontrar e revivê-la interiormente, mesmo na adversidade. Mesmo em estradas inóspitas e caóticas. Porque a beleza está em quem a convoca. Sem dúvida que está.
Muitos Beijos para a Deusa do Belo.
Luís.

About

Mei and Arawn