Kids Feelings :)

Monday, June 01, 2009 | 7 Comments


Hoje é o Dia Mundial da Criança e dei comigo a pensar em todos os momentos em que descubro que no fundo não passamos todos de crianças grandes. Os mais felizardos de nós, pelo menos. Uns, umas crianças perdidas, outros umas crianças reencontradas.
Recordo-me que quando era miúda, apanhei algumas vezes devido a coisas que a minha irmã fez. E ela também apanhou por mim. Isso faz parte da fraternidade entre irmãos. Faz parte desse amor fraternal, tão próprio entre as crianças, o ficar ao lado do outro mesmo quando ele agiu mal. Mesmo quando apanhamos nós com as culpas por ele. Faz parte do amor fraternal estar com quem gostamos mesmo quando não tem razão. Quando a verdade não lhe assiste. Ainda hoje é assim.
O mesmo acontece com o meu rapaz, ao longo destes 18 aninhos juntos. Ele já apanhou algumas por mim e eu apanho algumas por ele. E tanto faz. Na verdade é isso mesmo: tanto faz se fui eu ou ele a errar. Calha uma vez a cada um e tudo se resolve entre paredes. E até as discussões são também parecidas: 
"- Mas porque raio é que tinhas de ir fazer isso, oh palerma?
- Sei lá, foi uma estupidez mas na altura pareceu-me boa ideia.
- Só por isso vais levar um carolo!"
Parecido não é?
Bom bom é reservarmos e praticarmos esse sentimento fraternal de protecção. É manter essa lealdade nas relações mais próximas. Bom bom é mantermos a criança dentro de nós acordada para todas as maravilhas que o mundo tem para revelar. Bom é o outro continuar a ser uma aventura permanente, mesmo quando achavamos que já tinhamos conhecido todas as suas facetas. E nem sempre a descoberta nos agrada. Mas isso também faz parte. No fundo ser criança é estar constantemente à descoberta. Que é o que nos acontece ao longo de toda a vida, se nos mantivermos receptivos e conscientes de que ainda tão pouco descobrimos acerca de nós mesmos, quanto mais acerca da infinidade de desconhecimento que nos rodeia.
Feliz Dia da Criança! Aos mais pequenos e aos mais graúdos que ainda se sentem com direitos sobre este dia. :)


7 comentários:

ianita said...

Tenho dois irmãos, uma mais velha e um mais novo... sei exactamente o que dizes... senti-o e sinto-o na pele. Faz parte.

Quanto ao ser criança... os felizardos guardam as coisas boas: a alegria de viver, o prazer nas pequenas coisas...

Há quem continue a fazer birras e a chorar quando não se lhes fazem as vontades ;)

Kisses e Feliz Dia!

Ana said...

Tb conheço esse sentimento.
Quem consegue guardá-lo, mesmo depois de adulto, só pode ser boa pessoa. Saber que mesmo no erro, há alguém do nosso lado, que não se importa de arriscar, de errar e até de assumir erros connosco.Às vezes, até assumir culpa e castigo por nós.Isso é amor a sério. Tudo o resto é treta. Os defensores da verdade asséptica, da moral, da individualidade crua e nua, do olho por olho e dente por dente, nunca saberão a sério do que é que estás a falar. Mas eu sei.
Jinhos

Délia said...

Ás vezes é aqui que me inspiro e recupero o fôlego de quando era criança.
Obrigada, de alma.
Beijinhos,
Délia.

Mei said...

Ianita,
Eu também tenho duas irmãs :) Uma mais velha que eu 3 anos e meio e a outra tem apenas dois aninhos de idade, pelo que assumo que vou "apanhar" tudo o que puder por ela :)guardo coisas muito boas da infância e felizmente nunca fui muito de birras.

Ana,
Amar é assim mesmo. A individualidade nua e crua não nos leva a grande parte, até porque só somos indivíduos no confronto e relação com os outros.

Délia,
És muito bem-vinda sempre! Nos teus passinhos silenciosos ou nas palavras gentis que deixas.

Beijinhos a todas! :*

Nuno C. said...

Sobre o tema do dia da criança, quero dizer que o vídeo do dia que aqui colocaste é do melhor!

maninha said...

Sim maninha hoje é o dia Mundial da Criança, é também hoje o nosso DIA!:)em todos os momentos se descobre que no fundo não passamos todos de crianças grandes...pelo menos as mais felizardas como nós, maninha querida e adorada, crianças grandes reencontradas, que tantas vezes apanhámos uma pela outra,só pela simples fraternidade e cumplicidade entre irmãs,que só com muito amor, carinho e união se consegue sempre ultrapassar com um sorriso nos lábios:))Faz parte da tal fraternidade entre irmãos, ficar sempre ao lado do outro, mesmo quando ele agiu mal...mesmo quando não tinha razão... ainda hoje é assim maninha...vamos apanhando uns pelos outros...não me incomoda nada ter que levar com este tipo de "tabefes" pelo resto da minha vida, por ti maninha que eu tanto adoro e por aqueles que eu considero especiais;))Toda a nossa vida é feita de descobertas,e é muito bom que continuemos a cultivar este sentimento fraternal de protecção e lealdade nas nossas relações mais próximas...Oxalá mantenhamos sempre viva esta criança dentro de nós, acordada para tudo de bom que a vida tem para nos oferecer!Saber que mesmo no erro existe sempre alguém do nosso lado, que não se importa de arriscar, errar e de assumir erros por nós...isto sim é AMOR a sério! :)) Amo-te muito minha princesinha adorada:)Feliz Dia da Criança-a todos os que se sentem com direitos sobre este dia...continuemos assim sempre com uma crinça dentro de nós!Mil beijos maniha querida

Mei said...

Maninha,
Sabe sempre tão bem ler os teus miminhos :)
Beijos e abraço apertadinho :*

About

Mei and Arawn