MacPoison!

Monday, January 26, 2009 | 6 Comments


Para os fãns de hamburgers, junkfood e afins, a sério, saiam disso! É puro veneno e estragou-nos o fim-de-semana. Primeiro foi o Miguel que passou a noite de sábado a deitar fora o seu BigPoisonMac, depois eu, hoje, durante a madrugada. E nem sequer líquidos como um chá inócuo consigo aguentar no estomâgo. O problema é que eu já sabia que ia ser assim. Estavamos nós a entrar na loja e já vaticinava: "Sei que nos vamos arrepender disto." E aquilo estava cheio de crianças. A sério... pais irresponsáveis, desculpem lá a franqueza! Fazia anos que não comia junkfood, a última vez tinha deixado mazelas e mesmo assim optei por uma alternativa de frango, que embora tenha pedido sem molhos, vinha coberto deles. Mas que raio, "um dia não são dias", pensei. Já não conseguimos acabar o pacote de batatas e ainda ficou por lá um pedaço do malfadado hamburger, mas mesmo assim não evitámos a intoxicação alimentar. Por isso aos junklovers, continuem que vão muito bem ou então comecem a cuidar seriamente da vossa saúde comendo coisas que o vosso corpo esteja efectivamente preparado para processar. Pela vossa saudinha!

6 comentários:

Deirdre said...

Aha! Mas o problema é mesmo esse. Quem é que vai a uma loja de Junk Food para comer franguinho sem molhos (ou uma saladinha, arg)???? Para ir é para COMER A SÉRIO! O pior hamburger, com todos os molhos (eu só gosto do vermelho, mas ok) e a maior quantidade de batatas que se conseguir enfiar na boca de uma vez só!
É assim ou nada!
É só preciso ter o estômago de ferro que eu tenho e que resiste - mesmo - a tudo, mesmo à pior junk food. E mais, nem sou uma personagem ficional, é MESMO assim.
hihi. (pergunta de uma amiga minha noutro dia: comeste isso tudo? e como é que está o teu fígado? resposta: na mesma.)
Os fraquinhos que se fiquem pela gonatural, lolololo.

Mei said...

AHAHAHAH!!!!
Mas o estômago de ferro não aguenta tudo... nem para sempre.
Cuida mas é de ti e deixa-te disso! Já tens idade para ter juízo! O nosso corpo não foi feito para comer essas porcarias! e a prova está à vista: excesso de peso, mau estar, úlceras, pressão arterial elevada, AVC's, etc... Já para não falar nos problemas psicológicos de auto-estima recorrentes em todas as pessoas que conheço com maus hábitos alimentares e excesso de peso. E aí, sim, são mesmo TODAS. Ainda estou para conhecer alguém que se sinta REALMENTE confortável com isso. É uma impossibilidade natural. A natureza não nos fez assim. Fez-nos para correr, trepar, mexer o corpo de forma desenvolta e para usarmos racionalmente os recursos alimentares à nossa disposição. É simplesmente contra-natura agredirmos o nosso corpo assim. E muito pouco racional. E não, não é um sinal evolutivo! Ou seja, nem do ponto de vista meramente natural o teu argumento tem safa! Sorry. It's for your own sake! E sim, quanto a fastfood fico-me mesmo pela GoNatural! Obtenho muito mais prazer noutras coisas ;) e noutros sabores. Felizmente a gastronomia que temos à nossa disposição oferece-nos muito melhor que a junkfood! :)
Saudações saudáveis! LOLOLOL
M.

Rogrigo Alves said...

Só para acrescentar um comentario ao da Mei: já para não falar dos impostos que todos pagamos para um Serviço Nacional de Saúde para tratar toda esta gente que simplesmente negligencia a sua saúde propositadamente e que depois quer cuidados pagos pelos contribuintes. Cá está: nisto devo ser eu que sou muito pouco socialista.
Mantém-te saudável.
Nesta eu tinha de meter a colherada!

Nuno C. said...

Junkfood sucks! That's why it's called "junkfood". Get it?
Be healthy!
Guess what: Healthy is cool and sexy!

Mei said...

Amigos,
Não sou fundamentalista quanto a este tema. Acho que se pode comer de tudo quando se faz uma alimentação saudável. Mas simplesmente não pode ser sempre. Comer um hamburger de vez em quando não é o problema. Eu própria o fiz! :) O problema é comer desiquilibradamente no dia-a-dia. A alimentação é um processo contínuo e é nessa perspectiva que deve ser considerada, como forma de fornecermos os nutrientes necessários às diversas funções do nosso corpo. E claro, pelo caminho ter prazer no que comemos também é importante. É preciso é manter a noção de que a alimentação é um acto voluntário e consciente, totalmente dependente da vontade do indivíduo. Quando se interioriza este facto, é meio caminho andado para termos uma alimentação mais saudável e nos sentirmos bem melhor connosco mesmos.

Chihiro said...

Comer bem ou mal pode acontecer em qualquer lado no Mac, num bom restaurante português, em casa.
Passa por sermos críticos e termos regras. Eu adoro uma bela pipoca, tapas, batatinhas bravas e um hard rock once a time. Gosto, dá-me prazer e nada melhor para os copos. No dia a dia faço outro tipo de opções, sou saudável, tenho energia para malhar quase todos os dias e sou bem constituída, nem gorda nem magra. Há imensos erros, a começar na alimentação infantil, vêm logo as papas e as bolachinhas, o leite com chocolate etc etc é tudo demasiado doce e os miúdos nem tomam gosto aos alimentos tornando complexa a introdução variada de alimentos.
Este é um tema riquíssimo. Dava para dissertar horas. Ter um corpo xpto não é tudo, mas a saúde é, pelo que vais vale e tendo alguma ponderação.

About

Mei and Arawn