Madrid, a magia

Monday, December 11, 2006 | 4 Comments

... tomar um chocolate quente no Starbucks depois de andar pelas ruas até a pontinha do nariz enregelar. Como é que os esquimós aguentam?!
.... passear pelas en Fuencarral e Alcalá entre montras de fazer sonhar e gargalhadas sonoras. Se a Cinderela tivesse descoberto Madrid, não se tinha contentado com uns sapatinho de cristal! ;)
... deixar-se imbuir da sua multiculturalidade e da fiesta no colorido da multidão
... anoitecer em bares de shopitos embalados por uma agitação contagiante.
... a demanda em busca do cheesecake! Alguém o viu???!
... mãos enviadas até ao fundo dos bolsos partilhados no calor da aventura, da descoberta e da emoção da novidade.
.... demorar-se nos cafés e nos restaurantes e ir de tapas por allá y por ahí!... jantar a horas tardias no Foster's Hollywood, na Taberna Real ou em qualquer outro lugar entre tantos mas tantos outros!
... Adormecer encostadinhos a caminho de casa.

4 comentários:

Pink Butterfly said...

...partilhar numa noite fria uma caminha individual onde nos enroscamos como gatos à procura do calor.
...partilhar um muffin de chocolate quentinho ao pequeno-almoço enquanto ronronamos encostados à janela vendo a correria lá fora.
... palmilhar todas as ruelas à procura do nosso cantinho, das nossas lojas, encontrando em cada esquina o riso que não conseguimos controlar.
...encontrar outros viajantes como nós e partilhar um dos nossos locais preferidos para "cenar".
...saltar dos vestiários com novas armaduras de cavaleiros andantes.
...regressar com o riso e o choro de quem vive demasiado intensamente para que tudo lhe caiba no coração ao mesmo tempo.

Chihiro said...

... regressar como se voltar fosse volver;
....regressar como se voltar a casa fosse um exercício infinito onde nos reencontramos e saramos todas as feridas e inauguramos todas as vitórias;
...regressar sempre aos braços desta lisboa que amamos e que guarda os segredos de todos os dias;
...madrid é festa, movimento e cor que nos renova, mas é aqui no vagar cinzento de todos os dias que reinventamos a festa, o movimento e cor que mais nos definem.
GOSTO MUITO DE GOSTAR ASSIM!
GOSTO MUITO DO QUE FOI FEITO DE MIM, porque parte de mim és tu, é este pequeno jardim ;)

Anonymous said...

"(...) contentado com uns sapatinho de cristal! (...)" - eventual erro de concordância ? ;-)

Um leitor assíduo que prefere o abrigo do anonimato por agora... (mas o agora pode demorar ainda uns anos ou talvez não, a ver vamos). Até breve ! ;-)

Carla said...

Búscate en Mí

Alma, buscarte has en Mí,
Y a Mí buscarme has en ti.

De tal suerte pudo amor,
Alma, en Mí te retratar,
Que ningún sabio pintor
Supiera con tal primor
Tal imagen estampar.

Fuiste por amor criada
Hermosa, bella, y ansí
En mis entrañas pintada,
Si te pierdes, mi amada,
Alma, buscarte has en Mí.

Que Yo sé que te hallarás
En mi pecho retratada
Y tan al vivo sacada,
Que si te ves te holgarás
Viéndote tan bien pintada.

Y si acaso no supieres
Donde me hallarás a Mí,
No andes de aquí para allí,
Sino, si hallarme quisieres
A Mí, buscarme has en ti.

Porque tú eres mi aposento,
Eres mi casa y morada,
Y ansí llamo en cualquier tiempo,
Si hallo en tu pensamiento
Estar la puerta cerrada.

Fuera de ti no hay buscarme,
Porque para hallarme a Mí,
Bastará solo llamarme,
Que a ti iré sin tardarme
Y a Mí buscarme has en ti.


(de Santa Teresa de Jesus (Ávila)

About

Mei and Arawn