Sintonias

Wednesday, November 08, 2006 | 2 Comments

Não é a formosura e a beleza que mais impressionam. É outra coisa mais vaga, translúcida: a delicadeza. Essa beleza frágil de brocados de filigrana e pó de giz. É uma saia branca a ondular, um laço de cetim apertado na cintura por mãos delicadas, um gesto, uma madeixa que o vento desfez, uma palavra ciciada em lábios cúmplices, a flor vermelha que a boca de uma mulher trincou. É o cabelo caído sobre a cara em mistério e sedução, é a pele a pulsar rente à pele, é o não dito pelo dito, é a telepatia nas pequenas coisas, é o ressoar de gargalhadas cansadas, mas persistentes, sob a luminosidade de um céu de candeeiros citadinos de halogéneo.

2 comentários:

Carla said...

na impossibilidade de colocar aqui a imagem, fica o link :)

http://photos1.blogger.com/blogger/4368/2147/320/spoiled.2.jpg


Beijo

Woman said...

Sim, isso tudo impressiona. Essas sintonias vagas e tão profundas, essas metades de um todo...

um beijo

About

Mei and Arawn