Morning Gifts

Thursday, July 17, 2008 | 1 Comments

Há manhãs em que apetece enrolar-me em ti, ter-te no lencóis amarrotados e mornos do nosso despertar. Há manhãs em que a minha mão procura résteas do teu cheiro na almofada para nela se aninhar mais um bocadinho. Há manhãs em que a pele é trepassada pelos primeiros raios de sol e assim permanece: incandescente. Bom dia meu amor.

1 comentários:

Pax in Excelsis said...

Lágrima

A pétala tremeu acompanhando o som da gota de orvalho que caiu pela manhã, mas rapidamente secou à primeira caricia do raio de sol. Acordei. A lágrima no meu rosto tinha secado nos teus lábios.

About

Mei and Arawn