Readers&Writers: a inauguração

Wednesday, July 02, 2008 | 2 Comments

O Butterflies&Elfs vai iniciar uma nova rubrica à qual chamamos Readers&Writers.

Já sei: faz lembrar o Reader'sDigest e é de propósito - quem não se recorda da revista maneirinha que tanto pululou pelas casas de banho portuguesas esclarecendo o leitor com todo o tipo de artigos, desde anedotas a mezinhas caseiras para os calos, promoções ou dicas de saúde, artigos da actualidade ou simplesmente histórias dramáticas, não havia quem pudesse queixar-se de falta de cultura com uma destas fadas culturais por perto!
Pois bem, a nossa rubrica será um pouco assim. Ou mais ou menos... ou pronto, um bocadinho de nada assim: será dedicada ao maravilhoso mundo dos livros, sejam eles ensaios filosóficos, livros técnicos que expliquem detalhadamente como usar o excel em todo o seu esplendor ou conhecer o sistema reprodutivo dos papa-formigas ou ainda outras excentricidades como romances épicos ou histórias de assombrações, tudo mas tudo o que nos lembrarmos de partilhar convosco e com a vossa mesa de cabeceira virá aqui parar. Até porque um livro é um amante que levamos todos os dias para a cama. O que à falta de sexo escaldante também serve como caminho certeiro para os braços de Orfeu.
E o primeiro nomeado é:

What the Bleep do We Know? de William Arntz, Betsy Chase e Mark Vicente, autores do filme com o mesmo nome provocativo - Afinal o que sabemos nós? - com edição portuguesa publicada pela editora Sinais de Fogo.
Este livro é um radical arranque à convenção. Abre-nos as possibilidades infinitas de transformar a nossa realidade de todos os dias, juntando sobre a mesma batuta questionadora formas de conhecimento tão distantes (ou aparentemente distantes) como a ciência, a espiritualidade, a filosofia e a física quântica. Aborda questões como: de que são feitos o pensamento e a realidade? Como pode o pensamento mudar a natureza dessa realidade? Porque estamos aqui? Quem é Deus? O que são as emoções? O que é a alma?

Este é um dos meus livro de cabeceira, de mala, de sala de espera de médico ou de relax na praia e conduz-nos através da mão da ciência até ao interior de um universo que é mais vivo do que poderiamos imaginar: a fronteira final do conhecimento científico sobre a consciência, a percepção, a química do corpo e a estrutura cerebral.

Com a colaboração de reconhecidos físicos, neurologistas, eruditos religiosos, biólogos e médicos, esta é uma obra de viragem e de abertura a uma forma nova de ver a vida e o seu sentido e convida-nos a expandir a mente para além do quotidiano e da ontologia natural de conforto do senso comum. Com ele descobrimos uma nova forma de existência: a capacidade de influenciar e criar a própria realidade abrindo portas a uma nova forma de pensar.

2 comentários:

JWR said...

Ehe. Lembro-me bem do Reader's Digest. Uma das histórias nunca me saiu da cabeça, era daquelas bem dramáticas, mas não vou contar, não se preoupem ;).
Vou mas é ler este livrinho, para ver se é mesmo assim tão bom.
Bjs.

Chihiro said...

Lembro-mde de acampar em Porto Covo e ter um ataque de asma e ir parar às urgências a ler Reader's Digest. Já na altura achava que se podia fazer coisas espantosas na sala de urgência de um hospital.
Esta nova rúbrica parece muito fixe! Vou ficar atenta. Podiamos começar uma corrente de troca de livros :)

About

Mei and Arawn