Ad vitam

Saturday, July 15, 2006 | 2 Comments

Amo devagar os amigos que são imensos como as ondas
Os amigos que enlouquecem e estão sentados,
os que caminham e se aventuram,
fechando os olhos,
nos cincos dedos do meu gesto.
Com os livros atrás a arder na eternidade,
no vagar do tempo,
Temos um talento doloroso e obscuro.
Construímos um lugar de silêncio.
De amor.

2 comentários:

Anonymous said...

Nice colors. Keep up the good work. thnx!
»

Anonymous said...

I find some information here.

About

Mei and Arawn